Papá Aprendiz – “Papás por el mundo” #46

La vida de un Papá Aprendiz

 

Bueno, esto de ser padre cambia mucho la vida y pues quise empezar así, al punto, porque un ejemplo muy claro de esto, es que este artículo lo estoy escribiendo en un tiempo libre que rara vez tengo, si, no hay tiempo libre de ser padre, anota eso amigo lector, no te vas a poder librar de esto.

 

La paternidad ha traído muchísimas cosas a mi vida, pero no quiero llenarlos con un listado de cosas optimistas y llenas de amor, tampoco vengo a darles consejos, la verdad los consejos son relativos muchas veces, lo único que sé es que esto está lleno de miedo, agotamiento, frustración, estrés, afanes, cuestionamientos, pero sobre todo…. felicidad.

 

No importa lo que haya vivido hasta ahora ni lo difícil que se haya tornado, todo eso se convierte en nada cuando veo la sonrisa de mi hijo, en eso se resume la paternidad, en como tu vida pueda cambiar de perspectiva con solo una mirada, una sonrisa, un abrazo, un beso e incluso ese primer paso que dan.

 

Ser papá no es tarea fácil, si ya eres papá me entenderás y si lo estás planeando, prepárate amigo mío, pero también prepárate para entregar tu corazón sin esperar nada a cambio, prepárate para aprender cosas nuevas cada día, para desafiarte como persona y como ser humano; mi vida ha sido un cambio constante desde que soy papá y es que ya no soy el mismo de antes.

 

Mis sueños han crecido, mis motivaciones han sido mejores, he tenido que tener mucha más fuerza y no solo para mí o mi hijo, en mi caso también mi esposa, el egoísmo es necesario dejarlo de lado y pensar en otras personas además de ti mismo.

 

 

Por fortuna he podido contar con una compañera increíble y eso he querido serlo yo también, un amigo, apoyo, ayuda, pero sobre todo un complemento para este papel que hemos recibido.

 

Ser papá no es para todo el mundo, pero los que lo somos estamos destinados a ser hombres diferentes, conscientes de una vida y sobre a aprender cada día; eso significa ser padre para mí, ser un hombre capaz de dar más de sí mismo, capaz de aprender, enseñar, pero sobre todo acompañar, estar presente, dispuesto a escuchar, ayudar, sostener, apoyar y a intentar ser la mejor versión de mí mismo. No soy perfecto y nunca lo seré, solo quiero ser lo suficientemente bueno para mi familia.

 

Soy un Papá Aprendiz porque no tengo la suficiente experiencia aún, me falta mucho por vivir y aprender de esto, pero no dejemos que esas cosas nos limiten, hay momento dónde aún no sé qué hacer o como reacciones a ciertas situaciones, pero ¿qué importa? de eso se trata la vida, de vivir cada momento, de que incluso con temores rondando nuestra vida, seamos capaces de tomar decisiones, seamos capaces de tener iniciativa y seamos capaces de abrir nuestro corazón a las oportunidades y a las experiencias.

 

Mi hijo llego hace 16 meses, de los cuales he perdido muchas noches de dormir, he dejado planes con amigos, he cambiado rutinas, he tenidos muchos más gastos, pero esos 16 meses no los podría cambiar por nada en el mundo, porque no importa cuánto deba sacrificar mi mayor recompensar me llama cuando me necesita, me abraza cuando está feliz, me besa cuando me ve, se acuesta a mi lado cuando está cansado, juega conmigo y sobre todo me dice papá.

 

Gracias a la vida por esto, por hacerme un papá aprendiz.

Andrés Carreño

Instagram: @papaprendiz

Blog: papaprendiz.co 

Colombia

 

 

 

A vida de um pai que está aprendendo

Entao, Isso de ser pai muda muita tua vida e eu queria começar assim, ao ponto, porque um exemplo muito claro disso, é que este artigo o estou escrevendo em um tempo livre que raramente tenho, sim, não há tempo livre quando eres pai, anote isso meu amigo leitor, você não poderá se livrar disso.

A paternidade trouxe muitas coisas à minha vida, mas não quero preenchê-las com uma lista de coisas otimistas cheias de amor, não venho dar conselhos, a verdade é que o conselho é relativo muitas vezes, o único que sei é que isso é cheio de medo, exaustão, frustração, estresse, preocupações, perguntas, mas acima de tudo … felicidade.

Não importa o que eu tenha experimentado até agora, ou o quão difícil se tornou, tudo isso se torna “nada” quando vejo o sorriso do meu filho, na medida em que a paternidade é resumida, em como sua vida pode mudar a perspectiva com apenas um olhar, um sorriso, um abraço, um beijo e mesmo aquele primeiro passo que eles dão.

Ser um pai não é uma tarefa fácil, se você já é um pai, você vai me entender e se você está planejando, prepare-se meu amigo, mas também prepare-se para dar seu coração sem esperar nada em troca, prepare-se para aprender coisas novas todos os dias, desafiar-se como pessoa e como ser humano; Minha vida tem sido uma mudança constante desde que eu sou um pai e não sou o mesmo que antes.

Meus sonhos cresceram, minhas motivações foram melhores, eu tive que ter muito mais força e não só para mim ou meu filho, no meu caso também minha esposa, o egoísmo é necessário deixá-lo de lado e pensar em outras pessoas além de você.

Felizmente eu consegui contar com um parceiro incrível e que eu também queria ser um amigo, apoio, ajuda, mas acima de tudo um complemento para esse papel que recebemos.

Ser pai não é para todos, mas aqueles de nós estão destinados a ser homens diferentes, conscientes de uma vida e de aprender cada dia; isso significa ser um pai para mim, ser um homem capaz de dar mais de si mesmo, capaz de aprender, ensinar, mas sobretudo acompanhar, estar presente, disposto a ouvir, ajudar, sustentar, apoiar e tentar ser a melhor versão de mim mesmo . Eu não sou perfeito e nunca serei, só quero ser bom o suficiente para minha família.

Eu sou um pai aprendiz porque ainda não tenho experiência suficiente, ainda tenho muito para viver e aprender com isso, mas não deixe que essas coisas nos limitem, há um momento em que ainda não sei o que fazer ou como reações a determinadas situações, mas o que isso importa?isso é o que a vida é, para viver todos os momentos, que, mesmo com medos em nossa vida, somos capazes de tomar decisões, somos capazes de tomar iniciativas e poder abrir nossos corações para oportunidades e experiências.

Meu filho chegou há 16 meses, dos quais eu perdi muitas noites de sono, deixei planos com amigos, troquei de rotinas, tive muitas mais despesas, mas esses 16 meses não conseguiria mudá-los para nada no mundo, porque não importa quanto devo sacrificar minha maior recompensa me chama quando ele precisa de mim, ele me abraça quando ele está feliz, ele me beija quando ele me vê, ele se deita ao meu lado quando ele está cansado, ele toca comigo e, acima de tudo, elle me chama papai.

Graças à vida por isso, por me fazer um aprendiz de pai.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *